Sobre acessibilidade

Serviços

Pará promove Curso Internacional de Especialização de Segurança de Autoridades

Começa nesta semana, em comemoração aos 100 anos da Casa Militar do Governo do Estado do Pará, o 5º Curso Internacional de Especialização de Segurança de Autoridades, promovido pela Casa Militar, em Belém. O Pará é uma das referências neste tipo de treinamento no Brasil, e seus cursos atraem interessados de todos os demais estados. As atividades se estenderão pelas próximas duas semanas, incluindo aulas teóricas e intenso treinamento físico.

Entre os 50 alunos da turma estão militares da Marinha, Exército, Aeronáutica e Corpo de Bombeiros, agentes da Polícia Federal e Guarda Municipal, e policiais do Maranhão, Tocantins, Paraná e Pernambuco.

“Tanto o nosso público interno quanto externo são selecionados a partir de diversos critérios de aptidão física e experiência. É um treino que possui bastante intensidade na parte física e teórica. Eles participarão de situações na água, terra e ar nas mais diversas simulações que possam envolver a segurança de autoridades. Estamos nos esforçando para fazer um dos melhores cursos que já ministramos aqui, inclusive com participação de convidados internacionais”, informou o major Fabrício Bassalo, diretor do curso e responsável pela Casa Militar.

Convidado internacional - O Pará é um dos poucos estados que oferece este tipo de especialização para os profissionais da segurança pública de forma tão detalhada. São 163 horas de aulas, distribuídas em duas semanas de atividades. Cursos semelhantes ocorrem apenas na região sudeste. Por isso, a procura por uma vaga é grande. Em todas as edições há a participação de um palestrante internacional. Este ano, o convidado será Antônio Coqui, professor da Universidade de Madrid, mestre em Inteligência Verbal e membro da Guarda Civil da capital espanhola.

O capitão Ricardo Couto, da Polícia Militar de Pernambuco, é um dos alunos do curso. Ele não está lotado na Casa Militar de seu estado, mas destaca a importância de estar preparado para esse tipo de missão. “Para mim é uma honra estar em Belém fazendo um curso de tão grande importância, com tantos profissionais qualificados como instrutores. Em nossa vida profissional nós nos deparamos com diversas situações, incluindo a segurança de autoridades. Um curso como este é necessário para compor a nossa formação profissional”, reiterou o capitão.

O tenente Arnaldo Luís Pereira, da Polícia Militar do Paraná, também foi selecionado para participar do curso. Esta é a sua segunda experiência com esse tipo de treinamento, que também possibilita uma boa relação entre as casas militares. “A amizade entre as casas militares do Paraná e Pará foi criada desde 2012. Agora, fui convidado para fazer uma nova versão, graças a esta boa relação. O Pará é muito avançado em relação à segurança de autoridades, e eu já tive oportunidade de ver isso na prática, da última vez que estive aqui”, contou o tenente Arnaldo Luís Pereira.

Treinamento intenso - Um dos 27 instrutores paraenses do curso é o médico José Guataçara, que coordenará o treinamento em uma área preparada para receber os militares no próximo final de semana, no município de Terra Alta, na região nordeste. Haverá simulação de situações como resgate em desastre de aeronave, incêndio e sobrevivência na selva.

“Nós colocaremos em ação um curso totalmente prático da nossa vivência na Amazônia, em um local hostil. E como eles precisarão estar sempre garantindo a segurança de uma autoridade, nós também os prepararemos para dar o primeiro atendimento nas mais diversas situações. Será uma imersão de 24 horas de intenso treinamento”, detalhou o médico, que já atuou em diversas missões de resgate com o Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp).

Por Agência Pará Acesse em http://www.agenciapara.com.br/Noticia/143143/para-promove-curso-internacional-de-especializacao-de-seguranca-de-autoridades

Áudios anteriores